Cain Velasquez

Depois de vitórias sobre Jesse Fujarczyk no Strikeforce e Jeremiah Constant no Bodog Fight, Velasquez recebeu uma proposta para lutar no UFC. Cain Velasquez fez sua estreia na UFC contra Brad Morris no UFC 83, e ganhou por nocaute graças ao seu forte ground-pound no início do primeiro round. Velasquez foi elogiado por ter derrotado facilmente Morris. Velasquez definiu o ritmo da luta com os seus socos em Morris e oferecendo muito pouco espaço em troca. Velasquez acertou um forte overhand que derrubou Morris, que então trabalhou seu ground-pound com socos e cotovelos. Depois, Morris conseguiu escapar, e arriscando-se, acertou um soco, Velasquez contra-atacou um uppercut que enviou Morris à lona. O árbitro saltou para deter os ataques de Velasquez antes de Morris perder a consciência.

Em sua luta seguinte, Velasquez derrotou Jake O’Brien no UFC Fight Night 14 por nocaute no primeiro round. Jake O’Brien que estava em ascensão, entra na luta achando que Velasquez, devido a suas credenciais wrestling, seria um bom teste. Cain Velasquez foi novamente elogiado pela sua performance, essa foi a quarta vitória de Velasquez no MMA, com seu quarto nocaute. Na sequência Velasquez nocauteou Denis Stojnić no UFC Fight Night 17, a performance de Velasquez nessa luta impressionou a todos. Velasquez mostrou-se muito evoluido na luta em pé, fazendo combinações de chutes, joelhadas e socos. Após Stojnić, resistir a sequência de ataques do primeiro round, Velasquez partiu com tudo com fortes chutes e socos, levando Stojnić para o chão. Veslasquez conseguiu a montada e massacrou Stojnić. Após a luta Velasquez recebeu o prêmio de “Nocaute da Noite”.

Após cinco vitórias por nocaute, Velasquez encarou um forte oponente da divisão dos pesos pesados, o kickboxer Cheick Kongo. Velasquez mostrou mais um vez uma evolução, após receber um forte soco no queixo no primeiro round, Velasquez dominou a luta derrubando Kongo com quedas várias vezes. Velasquez usou muito seu ground-pound em Kongo, que não conseguia reagir na luta. Velasquez venceu por decisão unânime, essa foi sua primeira vitória sem ser por nocaute.

Após suas vitórias Velasquez iria enfrentar Shane Carwin, pelo cinturão interino do Pesos Pesados do UFC.3 Em 20 de agosto, no entanto, foi anunciado que Cain Velasquez não enfrentaria Shane Carwin lutando no UFC 104. Já que o presidente do UFC, Dana White, confirmou a possibilidade de Brock Lesnar retornar para enfrentar Carwin no UFC 106.4 Após o cancelamento da luta de Lesnar e Carwin, foi definido que Carwin enfrentaria Frank Mir, pelo cinturão interino do Pesos Pesados do UFC, e não Velasquez como era o esperado.

Share this post

ApolloMarcelo

Pai do Ric, Diretor de Arte, Faixa-roxa de Jiu-Jitsu, Matador de Orcs e Administrador de um site sobre MMA 😎

No comments

Add yours