UFC

Vídeo: Luta completa UFC 216 – Tony Ferguson vs. Kevin Lee

A luta de maior rivalidade do UFC 216 começou com Kevin Lee acertando um chute alto em Tony Ferguson, seguido de uma combinação de jab e direto. Lee tomava a iniciativa da luta, enquanto Ferguson sorria e deixava a guarda baixa. Lee acertou um belo golpe de encontro, abalando Ferguson, que aproveitou a aproximação do rival para acertar um cruzado que derrubou Lee. Ferguson encurtou a distância, mas acabou sendo derrubado por Lee, que acabou vendo o rival tentando encaixar um triângulo. Após defender a posição, Lee se manteve por cima no chão, e conseguiu a montada, golpeando sem parar. Tony Ferguson se defendeu como pôde até o intervalo. Após o sinal de fim de round. Lee ainda acertou mais um golpe, tendo de ser afastado pelo árbitro Herb Dean.

Aparentando maior concentração na luta, Kevin Lee voltou para o segundo round buscando a luta e tomando a iniciativa do combate. Tony Ferguson aproveitava sua maior envergadura para manter Lee à distância com jabs de encontro e chutes na região abdominal. Provocando o rival a todo momento, mostrando onde queria que Lee o golpeasse e sorrindo sempre, Ferguson aos poucos assumia o controle da luta e conectava mais golpes que o adversário.

Antes de voltar para o terceiro round, Ferguson dizia a Lee: “Esse lugar é meu, não seu”. No início da luta, Lee devolveu a provocação erguendo e cravando Ferguson no chão junto à grade. Com o pé no quadril, Ferguson livrou-se da pressão e voltou a lutar de pé. A luta caiu de ritmo, e Lee aparentava cansaço. Mesmo assim, derrubou Ferguson, que encaixou uma chave de braço justa, da qual Lee se defendeu girando o corpo e voltando a ficar por cima no chão. Mostrando muito recurso no chão, Ferguson encaixou o triângulo e obrigou Lee a desistir da luta e conquistando o cinturão interino dos pesos-leves. Muito emocionado, Ferguson subiu na grade e não conteve as lágrimas.

Confira as demais lutas do UFC 216:

CARD PRINCIPAL
Tony Ferguson venceu Kevin Lee por finalização aos 4m02s do R3
Demetrious Johnson venceu Ray Borg por finalização aos 3m15s do R5
Fabricio Werdum venceu Walt Harris por finalização a 1m05s do R1
Mara Romero Borella venceu Kalindra Faria por finalização aos 2m54s do R1
Beneil Dariush x Evan Dunham foi empate majoritário (29-28 Dariush, 28-28 e 28-28)
CARD PRELIMINAR
Cody Stamann venceu Tom Duquesnoy por decisão dividida (29-28, 28-29 e 30-27)
Lando Vannata e Bobby Green empataram (29-27, 27-29 e 28-28)
Poliana Botelho venceu Pearl Gonzalez por decisão unânime (triplo 30-27)
Matt Schnell venceu Marco Beltrán por decisão unânime (30-27, 29-28 e 30-27)
John Moraga venceu Magomed Bibulatov por nocaute a 1m38s do R1
Brad Tavares venceu Thales Leites por decisão unânime (30-27, 30-26 e 30-26)

CLIQUE AQUI E ASSISTA A LUTA COMPLETA

 

Fonte: http://sportv.globo.com/site/combate/

Imagens: Getty Images

Share this post

ApolloMarcelo

Pai do Ric, Diretor de Arte, Faixa-roxa de Jiu-Jitsu, Matador de Orcs e Administrador de um site sobre MMA 😎

2 comments

Add yours
  1. Riya HIranai 9 novembro, 2017 at 16:17 Responder

    of course like your website however you have to test the spelling on several of your posts. A number of them are rife with spelling issues and I to find it very troublesome to inform the truth then again I’ll definitely come again again.

Post a new comment