UFC

Vídeo: Luta completa UFC 217 – Joanna Jedrzejczyk vs. Rose Namajunas

As lágrimas de Rose Namajunas na véspera da luta contra Joanna Jedrzejczyk voltaram a escorrer dentro do octógono, dessa vez em sua consagração. A americana, que durante toda a semana aguentou calada as provocações da polonesa, entrou no octógono com “sangue no olho” e revidou tudo o que guardou com golpes certeiros, atropelando a campeã aos 3m03s do primeiro round. Joanna ficou tão atordoada ao cair nocauteada que chegou até a bater em desistência quando o juiz interrompia o combate.

– Não parece real, parece que estou em um filme. Eu vi muita besteira na mídia, só queria entrar e usar o que tenho para seguir meus sonhos. O cinturão é só um extra, no fim das contas, é só entretenimento – declarou Namajunas, ainda dentro do octógono, parecendo não acreditar no que tinha acabado de fazer.

Jedrzejczyk, que saiu da arena sem falar uma palavra, entrou no combate como franca favorita e certa de que iria igualar o recorde de Ronda Rousey, de maior número de defesas bem-sucedidas de um cinturão feminino no UFC. A polonesa entrou ovacionada na icônica arena do Madison Square Garden, e protagonizou uma encarada tão intensa no início da luta, que quase fez Rose soltar um golpe antes da hora. Mas Namajunas segurou os nervos e brilhou no momento certo. Ela foi a primeira a acertar um chute baixo, enquanto Joanna desferia jabs para medir a distância. A cada tentativa de aproximação de Rose, Jedrzejczyk respondia com combinações de socos e chutes. A campeã andava pra trás, mas levou de encontro um golpe de direita, caindo em knockdown.

Ao ver Jedrzejczyk no chão, a arena se levantou enlouquecida. Mas Joanna se recompôs e voltou à luta. Pouco tempo depois, foi parada novamente pela mão certeira da desafiante. Rose soltou um cruzado de esquerda que pegou em cheio, fazendo Joanna desabar no chão. Ela apenas completou o serviço até o árbitro encerrar o combate no primeiro round. Era o fim do reinado da rainha Jedrzejczyk.

Com o resultado deste sábado, Joanna conheceu a primeira derrota de sua carreira no MMA (ela estava invicta há 14 lutas). Já Namajunas agora conta com um cartel de sete vitórias e quatro derrotas na carreira, e conquistou o topo da divisão da maneira mais impressionante possível.

UFC 217
4 de novembro, em Nova York (EUA)
CARD PRINCIPAL:
Georges St-Pierre venceu Michael Bisping por finalização aos 4m23s do R3
TJ Dillashaw venceu Cody Garbrandt por nocaute aos 2m41s do R2
Rose Namajunas venceu Joanna Jedrzejczyk por nocaute técnico aos 3m03s do R1
Stephen Thompson venceu Jorge Masvidal por decisão unânime (30-26, 30-27 e 30-27)
Paulo Borrachinha venceu Johny Hendricks por nocaute técnico a 1m23s do R2
CARD PRELIMINAR:
James Vick venceu Joe Duffy por nocaute técnico aos 4m59s do R2
Mark Godbeer venceu Walt Harris por desclassificação aos 4m29s do R1
Ovince St-Preux venceu Corey Anderson por nocaute aos 1m25s do R3
Randy Brown venceu Mickey Gall por decisão unânime (29-28, 29-28 e 29-27)
Curtis Blaydes venceu Alexey Oliynyk por nocaute técnico a 1m56s do R2
Ricardo Carcacinha venceu Aiemann Zahabi por nocaute a 1m58s do R3

Fonte: sportv.globo.com/site/combate/

Imagens: Getty Images

Share this post

ApolloMarcelo

Pai do Ric, Diretor de Arte, Faixa-roxa de Jiu-Jitsu, Matador de Orcs e Administrador de um site sobre MMA 😎

No comments

Add yours